Você quer encontrar alguma postagem ou informação neste blog?

Tradutor

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Iniciando uma criação de coelhos.

O que é preciso saber para iniciar uma Criação:


Custos:

Acomodações: uma gaiola suficientemente grande para abrigar a coelha e os filhotes confortavelmente é obrigatória. É necessário espaço e gaiolas extras para alguma eventualidade, o tamanho ideal da gaiola  para uma femea de Mini Coelho é de: 80x60x45.  

Trabalho: há muitas diferenças entre criar coelhos e ser dono de um. Fazer criação envolve muito trabalho, limpeza, supervisão constante, estar presente no momento do parto seja dia seja noite, entre outras tarefas.

Veterinário: muitas complicações podem ocorrer durante a gravidez. É necessário ter sempre a mão o numero de um veterinário (especialista em coelhos) que esteja disponível 24h e que atenda em domicilio e isso implica custos, muitas vezes elevados. 

Comida e suplemento: além das doses redobradas de ração, feno e água que vai ter que comprar, também vai precisar de alguns suplementos como por exemplo: vitamina, se quiser ter coelhos saudáveis, assim como será necessária a vermifugação dos coelhos.

Ficar com os coelhos que não forem vendidos/dados: pode acontecer que não consiga dar ou vender todos os coelhos. Tem que pensar se tem capacidade financeira para ficar com todos eles caso isto aconteça.

Coelhos que nascem com problemas: os coelhos podem nascer com deficiências, problemas na dentição e uma série de outras coisas, por isso tem de estar preparado para suportar os custos.

Problemas que podem surgir: muita coisa pode acontecer quando se tem uma criação. Tem de estar preparado caso haja alguma emergência, saber detectá-la a tempo de salvar a coelha e os filhotes. Alguns exemplos são:
- Filhotes presos no canal
- Hemorragias internas
- Filhotes que nascem virados
- Necessidade de uma cesariana de emergência
- Filhotes que nascem mortos

O que convém saber antes de começar uma criação:
Para bem da cunicultura, é conveniente que se tenha noção de algumas coisas, entre elas:
- Saber se tem bons exemplares para criação
- Conhecer alguma genética do coelho, de cores e genes
- Conhecer a raça do seu coelho e tentar fazer melhorias (Quando tiver experiencia suficiente)
- saber qual o período de tempo que é necessário esperar entre duas crias com a mesma matriz.
- Conhecer e saber reconhecer as diversas doenças que afetam os coelhos.
Etc etc etc etc.....



fonte: Site de Portugal! 
(Adaptação: Solange Rodriguez e Rony Silva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cadastre seu e-mail para receber as novidades

Top 10, postagens mais populares

De onde estão nos vendo.