Você quer encontrar alguma postagem ou informação neste blog?

Tradutor

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Como ocorre a reprodução dos coelhos

Maturidade sexual:


Os coelhos atingem a sua maturidade sexual por volta dos 4 meses de idade.
Todavia só é conveniente acasalar coelhos a partir dos 6 meses.

Período fértil:
Os coelhos têm a chamada ‘ovulação induzida’, ou seja, a ovulação pode ser  desencadeada a qualquer altura pela simples presença de um macho ou pelo ato de acasalamento em si.
Isto significa que as fêmeas de coelhos estão sempre aptas a engravidarem.

Gestação:
A gestação, ou período de gravidez da coelha, decorre num período de aproximadamente 31 dias.
Durante este período a fêmea pode mudar de humor e mostrar alguns sinais de agressividade. Também é provável que comece a arrancar pêlo de si própria (só na última semana de gestação).
A confirmação da gravidez pode ser feita por apalpação da zona abdominal.

Alimentação durante a gestação:
Não deve ser efetuada qualquer alteração à alimentação do coelho durante o período de gravidez. Devem ser dados os mesmos tipos de alimentos e nas  mesmas quantidades. O organismo dos coelhos adapta-se ao desenvolvimento dos bebês, não necessitando de alimentação extra.


Ninho:
O Ninho dos coelhos na natureza é em uma toca no chão um buraco de cerca de 1 metro de profundidade onde a colha tem seus filhotes. 
Em criações caseiras ou em gaiolas o indicado é fornecermos um ninho feito com madeira, as medidas do ninho vão depender do tamanho da coelha mas geralmente é uma caixa de 20x40x25.
O ninho deve ser colocado dentro da gaiola ou recinto na ultima semana de gravidez (por volta do 25º dia), é importante colocar também feno ou capim seco ou algum outro material para que a fêmea possa forrar o ninho junto do pelo que ela mesma vai arrancar.
Obs: Não são todas as coelhas que o fazem, isso pode variar de animal para animal.

  
Nascimento:
As coelhas dão à luz sozinhas e sem ajuda. Elas irão colocar os bebês no ninho completamente abafados com o seu pêlo. 
É normal que não se dê conta do nascimento da ninhada, nem veja a coelha a alimentar os seus filhotes.
Tudo isso é feito às escondidas e longe dos olhares dos curiosos.
Recordamos que no mundo selvagem os coelhos são presas, e portanto o seu instinto diz-lhes para manterem-se afastados do ninho sempre que possível, de modo a evitar predadores. 
Aconselhamos, por isso, que evite mexer no ninho ou nos coelhos bebês durante a primeira semana. Em casos extremos esta situação pode levar a que a coelha abandonasse os bebês. Ninhada

Em cada gravidez os coelhos têm em média 6 Láparos (Filhotes). De qualquer modo este número depende da raça e tamanho do coelho.

Ao nascerem os coelhos não têm pêlo e têm os olhos fechados.
Durante a primeira semana as crias não saem do ninho. Passam o dia quase todo a dormir e mantêm-se juntas umas das outras para ficarem quentes. Durante esta fase a sua alimentação é apenas o leite da coelha.

Só ao fim de 2 semanas é que os coelhinhos começam a dar sinais de querer vir explorar o mundo lá fora. Nesta altura começam timidamente a sair do ninho, mas ainda por curtos espaços de tempo.
Nesta fase os coelhos já têm pêlo suficiente para os manter quentes e já têm os olhos abertos.
A alimentação ainda é apenas o leite materno. 
Às 3 semanas a ninhada é constituída por um grupo de aventureiros que andam por toda a parte a explorar todas as coisas novas.
A sua alimentação começa a ser principalmente de leite materno, mas começam também a experimentar a ração que é dada à mãe.
Não estranhe por isso se os encontrar na caixa da comida da mamãe. 
Durante o primeiro mês os coelhos irão aprender com a mãe, e irão constituir as suas defesas. 
Os coelhos não devem ser afastados da mãe antes de terem aproximadamente minimo 30 dias.

Fonte: pesquisas na Internet, vários sites foram consultados para se chegar a este testo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cadastre seu e-mail para receber as novidades

Top 10, postagens mais populares

De onde estão nos vendo.